Voltar à página inicial
 

 
     
Creedence Clearwater Revival (1967 - 1972)
   
Origem Wikipédia (com inserções)
Site Oficial

Creedence Online

Conheçam também:  clicRBS
  Whiplash
  Clique e ouça 76 musicas
 

Creedence Clearwater Revival foi uma banda de rock californiana que com esse nome tocou de 1967 até 1972, mas com outros nome tocava desde 1959.

 

Casa em El Cerrito onde os irmãos Fogerty passaram a infância e adolescência

No final dos anos 50 John Fogerty conheceu Doug Clifford e Stu Cook na escola de El Cerrito, e em setembro de 1959 (14 anos) formou com eles um trio: John (vocalista e guitarra), Doug (bateria) e Stu (baixo), chamava-se “The Blue Velvets”. Dois meses mais tarde, Tom Fogerty (guitarrista), irmão mais velho de John, entrou no grupo como cantor, mudando o nome da banda para “Tommy Fogerty and The Blue Velvets” e gravaram os seus primeiros discos para a gravadora Orchestra Records obtendo algum sucesso a nível local.

John Fogerty é oriundo de uma família da classe trabalhadora da costa leste dos EUA, nasceu em 28 de Maio de 194
em El Cerrito, nos subúrbios da Baía de San Francisco - Califórnia, e tinha 4 irmãos: Tom, Bob, Dan, e Ji, seu pai Gaylord Robert Fogerty era tipógrafo, e a mãe Lucille Fogerty era professora primária, mas também dava aulas de piano.
Os pais divorciaram-se quando John tinha 12 anos e a mãe teve de criar 5 filhos sozinha, o pai alcoólico morreu em 1970, a mãe faleceu em 1981.
John Fogerty chegou a trabalhar num posto de gasolina e lavagem de carros antes de ir trabalhar para os armazéns da Fantasy Records e Tom Fogerty trabalhou como eletricista, tudo isso antes da vida no mundo da música começar a lhes sorrir.

Em 1964 mudaram o nome para “The Visions”, atraíram a atenção do selo Fantasy Records e logo assinaram contrato com a Scorpio Records, uma subsidiária da Fantasy Records onde John trabalhava, e lançaram o primeiro disco para esta editora, mas descobrem que a editora havia alterado o nome da banda para “The Golliwogs”.
Embora detestassem o nome “The Golliwogs” (Weiss, proprietário da Fantasy Records, os renomeou como “The Golliwogs”, em referência a uma boneca de nome similar). Nos três anos seguintes alguns compactos foram lançados, fazendo relativo sucesso local.

John Fogerty casou-se com Martha Piaz em 4 de Setembro de 1965, desta relação tem 3 filhos, Sean, Joshua, e Laurie.
Em 1966 John Fogerty foi recrutado para o serviço militar, servindo na guarda costeira, passou para a reserva e foi desmobilizado em 1967 por ser casado, ter um filho, e outro a caminho. Na época estava-se no pico mais alto da guerra do Vietnam. Nesse período a banda parou.
John Fogerty escreveu algumas canções contra a guerra do Vietnam, entre elas estão "
Run Through The Jungle" e "Fortunate Son".

Doug Clifford
High School - 1960

Doug Clifford
Anos 2000

Em 24 de dezembro de 1967, por influência de Saul Zaentz, novo dono da Fantasy Records, eles decidiram se tornar profissionais e começaram mudando o nome da banda para Creedence Clearwater Revival. O nome surgiu pela junção do nome de um amigo de Tom Fogerty: Credence Newball; Clearwater foi tirado de um comercial de cerveja na TV, da Olympia Beer e Revival foi uma brincadeira com o fato de a banda se reencontrar e retornar em 1967 depois de um hiato de três anos por causa de John Fogerty e Doug Clifford que cumpriam convocação para o serviço militar. Ao nome de Credence, adicionaram um outro "e" para lembrar creed (crença, credo). A banda começou então com um novo estilo de música, definido por John Fogerty que, como cantor e compositor, passou a ser o centro da banda.

Em julho de 1968 é lançado o primeiro disco, Creedence Clearwater Revival, e já dá ao grupo um disco de ouro. Também foram lançados os compactos "Suzie Q" (Partes 1 e 2) e "I Put a Spell on You/Walk on the Water".
O Creedence reativou um novo estilo musical que poucos executavam na época, um tipo de rock misturado ao soul, ao folk e ao country, o chamado swamp pop. Uma tendência totalmente contrária à  música da moda, o rock and roll romântico e dançante. As letras das músicas, recheadas de engajamento social, conquistaram um público fiel.

1969 - Creedence Clearwater Revival
Fortunate Son
1969 - Creedence Clearwater Revival
Willy & the Poor Boys
1970 - Belvedere Street Studio (São Francisco)
1969 - Doug Clifford, ao fundo Stu Cook

A canção “Suzie Q” foi incluída, dez anos mais tarde, na trilha sonora do filme Apocalipse Now, de Francis Ford Coppola.

O segundo álbum, Bayou Country, foi lançado em janeiro de 1969 e ganhou o disco de platina. Lançados também o compacto "Proud Mary/Born on the Bayou", que além de ganhar disco de ouro lança o grupo para uma carreira mundial de sucesso. Em abril, são lançados os compactos "Bad Moon Rising/Lodi" e "Green River/Commotion" (do terceiro álbum), ambos receberam disco de ouro.

O terceiro disco, Green River, lançado em agosto de 1969 e também recebe disco de platina. O compacto "Down on the Corner/Fortunate Son" é lançado, quarto disco de ouro.
Em novembro de 1969 é lançado o quarto disco, Willy and the Poor Boys, que também recebeu disco de platina.

 
Woodstock 40 Years On: Back to Yasgur’s Farm

A banda também esteve presente no festival de Woodstock (15 a 18 de ago de 1969), sua apresentação foi no sábado, segundo dia do festival. Eles subiram no palco já na madrugada de domingo, após o Grateful Dead. John Fogerty reclamou da longa apresentação do Grateful Dead, pois a maioria do público tinha ido dormir quando o Creedence entrou no meio da madrugada.
John Fogerty não ficou satisfeito com o desempenho da banda no show e se recusou a permitir que o concerto, que estava sendo filmado, fosse divulgado. Dessa forma, foi como se eles nem tivessem participado do festival, pois não aparecem no filme e nem no álbum lançado depois do festival, ele achou que o desempenho não foi bom o suficiente para ser documentado.

Apenas três musicas daquela apresentação foram lançadas em 2009 (40 anos depois), no box set “Woodstock 40 Years On: Back to Yasgur’s Farm”: “
Green River”, “Bad Moon Rising” e “I Put a Spell on You”.

O compacto "Travellin' Band/Who'll Stop the Rain" dá a banda o quinto disco de ouro, lançado em 1970. A banda começou sua primeira turnê pela Europa, fazendo também um enorme sucesso neste continente. O compacto "Up Around the Bend/Run Through the Jungle" também recebeu disco de ouro. Com o fim dos Beatles em 1970 o Creedence era uma das únicas bandas que conseguia segurar um hit por 3 ou 4 meses nas paradas

Em julho de 1970 foi lançado o disco de maior sucesso da banda, Cosmo's Factory, que vende mais de três milhões de cópias, disco de platina portanto. O compacto "Lookin'Out My Back Door/Long as I Can See the Light" é lançado e também é disco de ouro.

Ainda em 1970 foi lançado o sexto disco Pendulum, que também foi disco de platina, o quinto do grupo. O ambiente no grupo, porém já não era dos melhores: diziam que Tom, Doug e Stu não concordavam em serem apenas uma banda para John Fogerty. Em 1971 é lançado o oitavo compacto, também disco de ouro: "Have You Ever Seen the Rain/Hey Tonight".

Agosto de 1970 1972 - John Fogerty Sem data - Creedence Clearwater Revival 1986 - John Fogerty

Em fevereiro de 1971 Tom Fogerty abandonou o grupo para seguir carreira solo, mas os outros decidem continuar como um trio, começando uma grande turnê pelos EUA e, logo em seguida, uma pela Europa. Foi lançado o décimo primeiro compacto, "Sweet Hitch-Hicker / Door to Door", que novamente atinge o topo das paradas.
Em 1972 fazem turnê pela Austrália, Nova Zelândia e Japão. O compacto "Someday Never Comes / Tearin' Up the Country" é lançado, mas não faz o mesmo sucesso dos anteriores, sendo o único que não ganhou disco de ouro.

Em abril de 1972 foi lançado o último álbum: Mardi Gras, que também ganha disco de ouro. A obra mostra que o grupo está próximo da divisão, com Stu Cook e Doug Clifford compondo algumas das canções (até então era John Fogerty que compunha a maioria das canções da banda).

Em 16 de outubro de 1972 a gravadora Fantasy Records anunciou oficialmente o fim de Creedence Clearwater Revival.
Ao longo da carreira, entre singles e álbuns, conquistaram nove discos de ouro e sete discos de platina, rendendo mais de 26 milhões de discos vendidos, apenas nos EUA.

 

1995 - John e (parte) da família 
Grand Opening of Rock and Roll Hall of Fame Museum in Cleveland,

 

John divorciou-se de Martha Piaz em 1972, pouco tempo depois da separação do Creedence Clearwater Revival, tinha 27 anos de idade na época.
Todos os membros da banda participaram das gravações do álbum solo de Tom Fogerty lançado em 1974, “Zephyr National”. Tom faleceu em 6 de setembro de 1990
John voltou a casar, dessa vez com Julie Lebiedzinsky a 20 de Abril de 1991, desta relação teve mais 3 filhos, Shane, Tyler e Kelsy, e ainda uma enteada, Lyndsey, filha do primeiro casamento de Julie.

Em 1997 John Fogerty fundou a sua própria produtora, Blue Moon Management, tendo como sócios a sua esposa Julie e o seu irmão mais novo, Bob Fogerty.
A partir de 1995, reuniam-se eventualmente para apresentações em festivais.
Doug Clifford e Stu Cook chegaram a montar uma banda chamada Creedence Clearwater Revisited que se apresentou tocando canções de seu grupo antigo. Com relação à formação original, faltavam o vocalista e guitarrista John Fogerty e o guitarrista Tom Fogerty, seu irmão, que morreu em 1990. Foram inicialmente substituídos por Elliot Easton (guitarra) e John Tristao (vocal e guitarra).

Fizeram algumas visitas ao Brasil com a formação Revisited, sendo a primeira no ano 2000 quando realizaram shows no Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Belo Horizonte.
Em 2006, passaram por Rio de Janeiro, Curitiba, Belo Horizonte, Bauru, São Paulo, Jaguariúna e Tubarão.
Em 2010, se apresentaram em Curitiba, Porto Alegre e São Paulo.
Em 2011, houve outra turnê pelo Brasil, que reuniu muitos motociclistas no Centro de Convenções Ulysses Guimarães em Brasília.
Ainda em 2011, no mês de maio, houve a primeira turnê de John Fogerty pelo Brasil, com shows no Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte.
 

   
Tell me - Ainda como The Golliwogs (+/- 1965) I Heard It Through The Grapevine (1968)
Proud Mary (1969) Good Golly Miss Molly (1969)

Down on the Corner (1970)

Long As I Can See the Light (1970)
Lookin' Out My Back Door (1970)

Travelin' Band (1970)

Have You Ever Seen The rain? (1971) Sweet Hitch-Hiker (1972)
   
 

Página inserida em 01/08/2019 

  
Voltar à página principal
 

 
Voltar ao topo da página